8 mitos prejudiciais aos traders

Ser trader não é para qualquer um. Falso ou Verdadeiro?

Esta com certeza é uma afirmação verdadeira, mas ao investir na bolsa de valores esteja atento àquilo que ouvir e ler por aí, afinal, muitos conselhos e dicas podem ser “lobo em pele de cordeiro” e não passar de falsas hipóteses. O problema é que, no mundo dos traders, mitos podem ser mais do que mentiras, eles podem te levar a grandes prejuízos.

Ao estudar as operações na Bolsa, acompanhar comunidades, páginas nas redes sociais, chats ao vivo e afins e ouvir, conhecer e entender as dificuldades de traders, identificamos os 8 mitos mais prejudiciais ao investidor, em especial aos que fazem day trade. Conheça-os agora:

Mito 1: Os indicadores não funcionam

Indicadores de todos os tipos, seja de volume, tendência, momento, osciladores e afins, só não funcionam se o investidor espera deles mais do que uma indicação. Infelizmente, nem todos os traders entendem que indicadores trazem informações sobre a oscilação dos preços e não sobre os exatos momentos de comprar e vender.

Ao entender que indicadores nem sempre dizem quando comprar ou vender, mas sim informam sobre o preço em um formato de visualização que seja claro, os traders podem usá-los de forma muito eficiente.

Como trader é sua obrigação saber interpretar os indicadores. Tenha isso em mente!

Mito 2: Não é necessário usar stop loss

O stop loss é o limite que você está disposto a perder em um trade. Ele é essencial porque ao vivenciar as emoções durante o pregão, o investidor precisa ter um momento para parar e assumir o prejuízo para que não deixe de operar quando boas oportunidades aparecerem ou vá muito além de uma perda que possa tolerar. Muitos traders ainda acreditam que o seu assessor de investimento fica à procura de momentos para colocar um stop em sua operação. Isso não vai acontecer se seu assessor for um profissional responsável e de confiança.

A falta do stop loss ainda traz consequências negativas como a falta de controle do tamanho da posição e a impossibilidade de gerenciar o risco. Estes são apenas alguns motivos pelos quais nunca devemos deixar de usar o stop loss.

trader risco sem stop

Mito 3: Alavancagem é ruim

Alavancagem, característica comum em operações nos mercados futuros, mas não restrita a estas operações, não é boa nem ruim, é apenas um mecanismo que existe no mercado.

Se isso torna-se negativo para o investidor significa que você deve estudar mais e aprender a gerenciar seus riscos. Operar em papeis alavancados sem stop certamente é algo muito ruim e nunca deve acontecer, porque o trader está aumentando muito sua potencial perda. Para utilizar de alavancagem também é preciso controlar o seu tamanho de posição.

Mito 4: Acompanhar gráficos durante o pregão é ótimo para apender

A ação em si não faz com que uma atividade seja continuamente executada com mais maestria, especialmente quando falamos em trades. Ficar o dia todo olhando para uma tela procurando decifrá-la não faz com que ninguém opere melhor na Bolsa. O que causa uma evolução nas atividades de um trader é a tríade: preparação, prática e análise. Portanto, não se desgaste passando o dia todo em frente ao computador, mas use seu precioso tempo estudando, analisando seus trades, criando sua estratégia e alertas para que saiba os melhores momentos para comprar, vender ou sair.

Esforce-se constantemente para planejar seus trades, siga sua estratégia e invista seu tempo analisando os negócios realizados e refinando a estratégia.

Mito 5: É possível operar com pequenas quantidades

Um trader pode começar na Bolsa com R$ 200,00, algo inclusive pertinente para quem quer aprender e um grande chamariz usado pelos profissionais de marketing das corretoras. Por outro lado, operar na BM&FBovespa com tão pouco dinheiro é uma perda de tempo.

Usar R$ 200,00, por exemplo, não te dá a verdadeira necessidade do gerenciamento de risco e pode te “tirar do jogo” em um único trade com prejuízo. Dessa forma, fica fácil desenvolver comportamentos ruins que não são válidos quando for operar sob riscos e valores maiores. Aprender de forma errada te deixa mais longe de ser um trader de sucesso. Comece treinando com uma quantia pequena mas suficiente para suportar algumas perdas e te fazer pensar no gerenciamento de capital.

Mito 6: Trades ruins são consequências de um risco/retorno alto

Muitos investidores já fizeram trades que não entrariam em sua estratégia só porque viram uma grande oportunidade avaliando a proporção risco/retorno, ou seja, relação entre o objetivo/stop-gain e o stop-loss.

A única coisa que o trader controla é o quanto poderá perder usando o stop loss. O alto risco/retorno realmente não diz como o trade será. Então, procure avaliar cada trade para conhecer os motivos reais dos trades ruins. E refinar sua estratégia para que tenha cada vez mais trades bons. Quem sabe você fez uma interpretação errada do gráfico?

Um trade que foge de sua estratégia, mesmo com um ótimo objetivo ou um stop curto, somente aumenta sua chance de prejuízo.

Mito 7: Robôs Investidores são um risco para os trades

Robôs investidores são realmente úteis para quem investe em diversos papeis, não tem tempo para operar e utiliza uma estratégia com critérios objetivos. Se um robô investidor for bem configurado, se o trader conhece a estratégia que está usando e se utiliza uma plataforma segura para automatizar os trades, certamente não terá riscos além dos normais de operar na Bolsa.

Os robôs estão imunes a variações de humor, cansaço, das indicações erradas daquele analista do mercado, tédio e da necessidade de ganhar muito dinheiro em um único trade. Portanto, automatizar, te garante tranquilidade e segurança. O conselho é testar antes de usar para garantir que as operações acontecerão como você espera.

Saiba mais sobre robôs investidores

Mito 8: Operar com tempo gráfico curto é melhor

Assim como uma estratégia, a escolha do tempo gráfico é bastante pessoal porque deve ser definido de acordo com a personalidade do trader. Acompanhar gráfico em alta velocidade (por causa dos períodos curtos) é extremamente cansativo e pode te deixar muito ansioso. Nesse contexto, se é difícil manter a calma e se seu emocional atrapalha muito as operações, use períodos mais longos com tempos gráficos maiores.

E como em outros mitos que apresentamos, lembre-se que não existe regras rígidas para traders. Um tempo gráfico pode ser melhor para você e ser ruim para outros traders.

Com tantos mitos, aonde procurar informações?

É uma verdade irrevogável que conhecimento e experiência aumentam as chances de traders alcançarem bons resultados na Bolsa. Porém, ter apenas uma fonte de conhecimento apaga o seu senso crítico. Então, até que tenha mais experiência e segurança para operar, adquira informações de muitas fontes. Veja algumas dicas:

  • leia todos os portais e blogs de notícias relacionados a investimentos que puder, lembrando-se sempre que muitos deles pertencem às corretoras. Por isso, assuma uma postura crítica em relação à informação que você está recebendo;
  • conheça os livros sobre investir na bolsa escritos por grandes autores como Alexander Elder, Benjamin Graham, James Simons e outros gurus que são clássicos e apresentam as bases que todos devem ter para investir;
  • estude sobre estratégias, em livros e em chats ao vivo para aprender a ler gráficos com mais facilidade;
  • participe das comunidades de traders nas redes sociais, mas participe de verdade, peguntando, opinando e não tendo medo de críticas;
  • fique atento ao “compre agora”. A hora de comprar (entrar em uma posição) é indicada por muitos analistas e assessores de investimentos, mas para sair é bem mais complicado;
  • aprenda também com a prática e saiba que o risco sempre existirá. Para evitar grandes perdas, comece aos poucos e não queira ganhar muito de uma vez, defina claramente os momentos para vender, comprar e os stops;
  • conheça seu perfil investidor, seu emocional, suas pretensões financeiras e não confie em intuição e sorte. Confie em dados e em gráficos e tendências.

Com isso em mente, estude, se esforce, revise seus trades e, caso ainda tenha dúvidas, clique aqui e entre em contato!

Mateus Lana

Co-founder & BizDev da SmarttBot. Apaixonado por investimentos, opera na bolsa desde 2007. Acredita no empreendedorismo e na tecnologia como forma de mudar o mundo. Fã de tudo que é "meio nerd".