SAR parabólico: aprenda a usar esse indicador de reversão de tendência

Sincronize seus trades com um profissional - Saiba mais

Pontos-chave: 

  • O SAR parabólico é uma das ferramentas mais usadas pelos traders que buscam identificar tendências do mercado e possíveis pontos de reversão.
  • Este indicador pode auxiliar o trader a determinar preços dinâmicos de stop-loss, de acordo com a propensão do mercado.
  • O SAR Parabólico é representado nos gráficos como uma série de pontos abaixo ou acima das barras de preços de um determinado ativo.
  • O ponto fica abaixo dos preços quando o ativo está em tendência de alta e, em contraposição, fica acima dos preços quando o ativo está em tendência de queda.

O SAR parabólico é utilizado como rastreador de tendências e definidor de stops de entrada e saída. Sendo assim, essa é uma ferramenta muito conhecida e empregada por diversos traders, principalmente profissionais que se utilizam da técnica trailing stop-loss.

Leia a explicação do conceito, como é calculado o SAR Parabólico e principalmente como você pode recorrer a este indicador para se beneficiar com as movimentações de mercado. 

O que é SAR parabólico?

SAR é um acrônimo de “Stop And Reverse”, que em tradução literal significa “pare e reverta”. Já o nome parabólico surgiu a partir do conjunto de pontos que o indicador apresenta e que se assemelha a um desenho de parábola no gráfico. Vale destacar que cada ponto representa apenas um único valor SAR.

O Parabolic SAR foi desenvolvido por J. Welles Wilder Jr, em 1978, e divulgado em seu livro “New Concepts in Technical Trading Systems’’. A função primária desse indicador é determinar a direção (tendência) do preço de um ativo, assim como fornecer potenciais sinais de entrada e saída, os chamados pontos de reversão.

O gráfico a seguir apresenta um exemplo para compreender. Repare, o SAR parabólico fica abaixo dos preços quando o ativo está em tendência de alta e, em contraposição, fica acima dos preços quando o ativo está em tendência de queda. Neste sentido, se o indicador apontar para uma alteração de tendência, existe um forte sinal para ‘stop and reverse’, ou seja, parar e alterar a posição. Vale destacar que os pontos também podem ser plotados em momentos de consolidação em que o mercado se move de lado, mas quando esse cenário acontece os pontos vão se alterar com mais frequência.

SAR parabólico do Ibovespa futuro
Legenda: SAR parabólico do Ibovespa futuro. Fonte: TradingView

Este gráfico do Ibovespa faz a representação prática da ferramenta SAR parabólico. Podemos reparar que foi usado o fator de aceleração padrão (α é 0,02). Siga a leitura para ter a explicação deste conceito e como este indicativo é calculado.

Como é calculado o SAR parabólico?

O cálculo desse indicador é de suma importância para conhecer melhor essa ferramenta. O SAR parabólico é calculado de forma “adiantada’’, o qual considera o preço de hoje para definir o índice de amanhã.

O cálculo para definir o valor do SAR parabólico é:

SAR i + 1   = SAR i  + α (PE – SAR i)   

Onde:

SAR i + 1  representa o valor do SAR de amanhã.

SAR representa o valor do SAR de hoje.

α: representa o fator de aceleração, isso é, o grau pelo qual o SAR deve aumentar de um dia para outro (alguns livros indicam o fator de aceleração como FA). Normalmente valor inicial utilizado pelos analistas técnicos para o α é 0,02.

PE: representa o Ponto Extremo. Retrata o recorde obtido em cada tendência de alta ou de baixa. Isto significa o preço mais alto atingido em uma tendência de alta e o preço mais baixo atingido em uma tendência de baixa. Então, se o período mudar por um preço máximo ou mínimo que for atingido, você terá que atualizar o PE na fórmula. Lembrando que toda vez que um novo ponto extremo (PE) é atingido, soma-se mais 0,02 ao fator α por representar o fator de aceleração, explicado anteriormente.

Como usar o SAR parabólico para seus trades?

Como rastreador de tendências e definidor de stops de entrada e saída, o SAR parabólico auxilia o trader a estabelecer direções e, caso seja necessário, ele mostra o momento de “inverter a mão” na operação.

Normalmente, recomenda-se a compra quando os pontos se moverem abaixo das barras de preços em que se pode prever tendência de alta. Já no sentido contrário, quando a tendência for de baixa e os pontos se moverem acima das barras de preços, recomenda-se a venda.

Este é o ponto no qual um trade long é encerrado e um short é iniciado, ou vice-versa. Conforme descrito por Wilder, J. W., Jr. (1978) em seu livro New Concepts in Technical Trading Systems (p. 8)

Ainda segundo Wilder, o SAR parabólico deve ser utilizado apenas durante tendências que não excedam 30% do tempo. Isto é: o indicador perde sua capacidade preditiva e pode indicar falsos sinais em momentos de curtos intervalos de tempo ou quando o mercado está andando de lado. Por isso, é importante o trader estar atento para as tendências do mercado.

Segue mais um exemplo de como fazer uma leitura deste indicador no gráfico para compreender o uso do SAR parabólico:

SAR parabólico e tendências de alta e de baixa
Legenda: SAR parabólico e tendência do Ibovespa. Fonte: TradingView

Limitações do SAR parabólico

O SAR parabólico é frequentemente útil quando os mercados apresentam tendências claras, mas quando o período é de consolidação, em que não há uma tendência de alta ou de baixa de forma clara no gráfico, poderão ocorrer sinais falsos, no qual o trader precisa estar atento para evitar perdas financeiras com este tipo de oscilação.

Neste contexto, como este indicador não considera o volume negociado, ele possui uma capacidade limitada de fornecer a informação correta sobre a força de uma tendência. O trader poderá sair de uma posição lucrativa antes do ponto considerado ideal, perdendo assim o ganho potencial.

Também poderá ocorrer alta volatilidade, que caracteriza os preços subirem ou caírem muito rápido, o que deixa o mercado instável e possibilita sinais falsos ao trader. Por isso, é recomendado usar este indicador quando os preços estiverem oscilando de forma mais gradativa.

Outra grande limitação encontrada é o ajuste manual deste indicador, pois compromete a sensibilidade do mesmo, com mais chances de ocorrer sinais falsos. Para resolver este problema, é recomendável o trader usar um robô trader para automatizar sua operação e mitigar o risco operacional.

Dica Smartt

O SAR parabólico é imensamente empregado por traders que buscam visualizar e negociar no mercado de capitais utilizando as tendências ao seu favor. Geralmente é recomendado o uso do price action como ferramenta de suporte junto ao SAR parabólico para confirmar a tendência do ativo que esteja negociando.

O uso do robô automatiza todo este processo de cálculo, o que facilita a tomada de decisão do trader. Sua aplicabilidade eleva a eficiência, devido à maior dinâmica e segurança nas operações. Conheça a estratégia Tangram Plus, uma estratégia 100% SmarttBot! Nossa tecnologia, às suas ordens!

imagem: automatize seus trades com nossa plataforma - mascote botinho smarttbot e imagens de candles em um balão de fala