VIX: saiba como o principal índice de volatilidade do mercado afeta suas operações na bolsa

Sincronize seus trades com um profissional - Saiba mais

Pontos-chave: 

  • CBOE Volatility Index (VIX) representa a expectativa do mercado para as mudanças de preço do índice S&P 500.
  • É conhecido como o índice do medo por fornecer informações sobre a volatilidade e risco no mercado financeiro.
  • Em datas como março de 2020 (COVID-19) e outubro de 2008 (bolha imobiliária nos EUA), o VIX atingiu valores máximos históricos.
  • Um VIX com valor acima de 30 é geralmente associado a uma grande volatilidade, já em um número abaixo de 20, há sinal de estabilidade.

Índice criado em 1993 pela Chicago Board Options Exchange (CBOE), hoje mantido pela CBOE Global Markets, o VIX é o índice que diz respeito à volatilidade do mercado. 

O índice não pode ser negociado pela Bovespa, entretanto, sua referência é útil para os investidores, principalmente para os que optam por operações em day trade ou aqueles que buscam proteger suas posições.

Siga a leitura e entenda mais como o VIX funciona e porque ele é tido como o índice do medo na visão dos operadores.

O que é o índice VIX?

O VIX é um índice de volatilidade calculado a partir das variações de opções de compra e venda do índice S&P 500 (que é o índice formado pelas 500 maiores empresas da NYSE e da NASDAQ), projetando a volatilidade a termo dos próximos 30 dias. 

Esse índice é gerado pela Chicago Board Options Exchange (CBOE) que é o maior mercado de opções do mundo.

A volatilidade, como uma medida estatística do grau de variação do preço de um ativo ao longo de um período, está relacionada ao VIX. Continue a leitura para entender melhor.

Como funciona o índice VIX?

Ao ser calculado a partir da volatilidade das opções do S&P 500, o VIX gera um raio-x do comportamento de um dos principais índices da economia norte-americana. 

Sendo assim, o VIX também serve de rastreio para o mercado global, uma vez que as bolsas estão conectadas.

Quando o S&P 500 está com alta volatilidade, o VIX sofre alta e quando tem se uma volatilidade mais baixa, o VIX se mantém mais baixo.

Um VIX com valor acima de 30 é geralmente associado a uma grande volatilidade, gerando um aumento de incerteza e risco dos investidores. Já um VIX com valor abaixo de 20, indica estabilidade e um mercado livre de estresse.

Volatilidade e o índice do medo

Se o preço de um ativo tem uma variação muito brusca em um período de tempo, maior é sua volatilidade e maiores são as incertezas sobre o comportamento do preço daquele ativo.

Como o VIX representa a volatilidade, ele ficou conhecido como o índice do medo por servir de termômetro aos riscos envolvidos nas negociações dos ativos financeiros, principalmente em operações de day trade. 

Afinal, quando o VIX tem valores altos significa que o mercado e seus operadores estão em pânico devido às incertezas que uma alta volatilidade apresenta. Investidores de diversas partes do mundo acompanham a cotação deste índice por este motivo.

VIX e o coronavírus: o exemplo dos dias atuais

Para melhor exemplificar o comportamento do VIX, podemos citar a maior alta do índice que foi logo após a declaração feita pela OMS no dia 11/03/2020, de que o COVID-19 se classificava como pandemia.

No dia 18/03/2020, o VIX apresentou um valor máximo de 85,5, sendo a segunda maior máxima histórica do índice, perdendo apenas para a máxima atingida em 2008 com a crise da bolha imobiliária nos EUA, quando o índice chegou ao valor de 96,54. 

Fonte: https://www.tradingview.com/x/saqzvL4x/

Como negociar o índice VIX no Brasil?

Na bolsa brasileira não é possível negociar o VIX diretamente, mas isso não impede que o operador possa utilizar tal índice como um bom indicador sobre a volatilidade e então poder se proteger ou diminuir a sua exposição ao risco.

Contudo, o VIX é listado no mercado de derivativos nos EUA, podendo o operador, através de uma conta em corretora norte-americana, operar contratos futuros e até mesmo opções representadas pelo índice VIX.

É comum que operadores tenham posições montadas com opções ou futuros do VIX com a finalidade de fazer hedge da carteira (proteção da carteira).

Dica Smartt

Por se tratar de volatilidade do mercado, operadores do mundo inteiro ficam atentos às variações do VIX. Esse índice apresenta correlação inversa ao S&P 500 e consequentemente com o mercado de uma forma geral.

Para operações em day trade, a atenção ao VIX pode trazer importantes insights sobre dias com maior estabilidade, e assim, o operador pode definir a quantidade de papéis e o número de entradas e saídas de maneira mais estratégica.

Quer automatizar suas operações com a maior plataforma de robôs traders do Brasil? Então clique aqui e faça uma simulação gratuita com os robôs da Smarttbot!

#SmarttBot: nossa tecnologia em suas mãos!

imagem: automatize seus trades com nossa plataforma - mascote botinho smarttbot e imagens de candles em um balão de fala